Academia Guarulhense de Letras
Sarau da Academia*


 

Sob coordenação de um membro da Academia Guarulhense de Letras, são previstas apresentações por parte dos alunos e professores interessados, bem como de escritores e artistas da Academia e convidados. Sendo chamados à apresentação conforme as duas listas de inscritos, uma da Escola e a outra da Academia, alternando-as.

As apresentações podem ocorrer na forma de: recitação, declamação, canto, dança, contação de histórias, teatro, entre outras intervenções artísticas que de alguma forma estejam relacionadas com a literatura e a cultura.  Podendo ser individuais, em duplas, trios ou grupos.

O tempo para cada apresentação varia de dois a sete minutos e seu limite é estipulado por nós conforme a quantidade geral dos que se apresentarão.  A exceção a este tempo fica uma peça de teatro, caso a Escola queira criá-la, produzi-la e apresentá-la, junto aos seus alunos, na abertura do evento, com duração de até 14 minutos.  E o horário previsto para início é às 19h30, com 2 horas de duração.

Todos podem se apresentar com textos próprios ou de terceiros.  No entanto, sugerimos que os alunos sejam motivados a escrever seus próprios textos.  E, se a escola quiser, pode estabelecer um tema de seu interesse - se assim o fizer, pedimos a gentileza de nos informar também.  Isso não significa que todas as apresentações serão dentro do tema, mas tenderão a ser maioria. 

Se a Escola tiver um projetor multimídia, o(a) aluno(a) ou grupo que quiser poderá apresentar imagens do ambiente escolar, seus colegas e professores, com a opção da narrativa de um texto, que também pode ser um poema, por exemplo.

Sugerimos ainda que a Escola, se concordar, atribua a uma das classes para liderar o canto de 1 (uma) música popular bem conhecida - por exemplo: "É preciso saber viver", Titãs; "O que é o que é", Gonzaguinha; "Trem das Onze", Adoniran Barbosa; "Asa Branca", Luiz Gonzaga; "Primavera", Tim Maia; “Trem bala”, Ana Vilela, entre outras -, para que todos os presentes sintam-se inclinados a cantar também.  Para acompanhamento pode haver alguém que toque um violão, teclado ou a música em CD, gravada opcionalmente sem o vocal.  Essa apresentação será a última. 

No final do evento é realizado sorteio de livros da Academia, dos acadêmicos e de outros escritores guarulhenses.  Para tanto, é pedido que a Escola providencie, conforme a quantidade de participantes, filipetas em papel numeradas e saquinho ou caixa.

 

Quanto aos equipamentos necessários, pedimos que a Escola disponibilize:

2 microfones, 
1 pedestal para microfone, 
1 ou 2 caixas de som com entrada para violão, 
1 toca CD 
1 pedestal para banner (opcional)

 

Com a confirmação para essa realização, enviaremos um formulário (Lista de Participantes), com a antecedência aproximada de 30 dias do evento, a ser preenchido, com as informações dos alunos e professores da Escola que queiram se apresentar no Sarau.  Além dessa lista, teremos uma outra, de responsabilidade da Academia, que é dos escritores e ou artistas nossos convidados, os quais se apresentarão alternadamente com os alunos e professores.

 

Contato para agendamento:

academiaguarulhense@gmail.com

* Em 2013 e 2014, era o Sarau da AGL, uma iniciativa do acadêmico Bosco Maciel que levava à Biblioteca Monteiro Lobato e ao Centro Educacional Adamastor, ambos no centro de Guarulhos, um evento que, junto dos participantes presentes em cada ocasião, fazia uma reunião em forma de roda e cada interessado em se apresentar levantava a mão, se identificava e declamava, cantava, tocava algum instrumento ou contava história. No final de 2014, com o ingresso de J.R.Jerônimo à Academia, Bosco Maciel, passou a ele a incumbência deste sarau. J.R.Jerônimo, tendo a parceria do também acadêmico recém ingressado, Nelson Natalino (in memorian), mudou a organização, o formato, a abrangência e o nome deste evento para Sarau da Academia. Com a ajuda também do acadêmico Valdir Carleto que identificou lideranças de escolas no município, J.R.Jerônimo e Nelson Natalino levaram este evento para um público muito maior do que antes e o Sarau da Academia ampliou seu alcance na promoção da literatura guarulhense e no incentivo da leitura e da cultura da poesia a milhares de alunos nas escolas da cidade.